Saiba de nossas notícias em primeira mão.

Procon pede explicações à Apple por iPhone ser vendido sem carregador

A venda do aparelho sem o carregador é uma inovação que pode configurar prática abusiva

29/10/2020  às  17:46:38
Procon pede explicações à Apple por iPhone ser vendido sem carregador

No lançamento do novo iPhone 12, a Apple anunciou que o aparelho virá sem o carregador, utilizando o argumento "ecológico" de que a medida visa diminuir as emissões de carbono e a geração de lixo eletrônico. A justificativa, porém, não convenceu o Procon de São Paulo, que notificou a Apple sobre a medida polêmica e exigiu esclarecimentos por parte da empresa.

Segundo o Procon, a venda do aparelho sem o carregador é uma inovação que pode configurar prática abusiva, levando em conta que o aparelho necessita do carregador para ter utilidade. Com a "novidade", a Apple praticamente obriga o consumidor a fazer duas compras, o que é quase uma venda casada.

Na notificação, o Procon-SP solicitou as seguintes informações para a Apple:
Quais razões fundamentam a decisão comercial da empresa;
Qual será o custo dos dispositivos ofertados em separado;
O que será disponibilizado para aquisição do consumidor para que seja efetuada a recarga e qual o tempo de previsão de carregamento do aparelho com o novo dispositivo;
Se o consumidor tem alternativa para utilização de outros dispositivos com a mesma função;
Como se dará o atendimento em garantia, já que os itens serão comprados em períodos distintos.”

Segundo a Apple, dois milhões de toneladas de carbono deixarão de ser lançadas na atmosfera, incluindo a diminuição das caixas, o que otimizaria o transporte de mais unidades em uma única remessa. Para a vice-presidente da empresa Lisa Jackson, continuar a enviar os acessórios na caixa seria "um desperdício”.

Poste em sua rede social