Saiba de nossas notícias em primeira mão.

Paulo Guedes sugere imposto sobre transações digitais

Segundo ele, não se trata da criação de uma nova CPMF, que já foi rejeitada até mesmo pelo presidente da República.

23/12/2019  às  11:40:17
Paulo Guedes sugere imposto sobre transações digitais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse em entrevista coletiva em Brasília que planeja taxar transações bancárias digitais feitas via aplicativo.

"Você nem vai passar mais em banco, transfere dinheiro pelo celular. Como vai tributar essa transação? Você precisa de um imposto. Tem que ter um imposto para transação digital. Precisamos ter essa base", afirmou Guedes. Ele se referiu especificamente a movimentações online, mas não detalhou como esse tipo de contribuição seria implementada nem que tipo de serviço seria afetado.

Segundo ele, não se trata da recriação ou de uma nova CPMF, que já foi rejeitada até mesmo pelo presidente da República. Entretanto, a arrecadação ainda deve acontecer, mas agora com outro nome. A ideia anterior era tributar todos os pagamentos, inclusive em papel moeda, mas o projeto teve uma péssima aceitação.

Os pagamentos digitais têm crescido em várias formas no Brasil. Há desde transferências por apps de bancos tradicionais quanto fintechs com contas digitais (como Neon, Inter e NuBank). Além disso, estão cada vez mais comuns os meios de pagamento por aplicativo, como o PicPay e o MercadoPago. Até o momento, nenhuma dessas empresas se manifestou a respeito do assunto.

Poste em sua rede social