Saiba de nossas notícias em primeira mão.

Prêmios das loterias não resgatados somaram R$ 150,3 milhões no primeiro semestre de 2018

Em todo o ano passado, R$ 326 milhões deixaram de ser resgatados.

07/08/2018  às  14:09:57
Prêmios das loterias não resgatados somaram R$ 150,3 milhões no primeiro semestre de 2018

O motivo deste acumulo é que nem sempre quem ganha na loteria retira o prêmio. O último balanço da Caixa Econômica Federal referente ao 1º semestre deste ano mostra que, no total, deixaram de ser resgatados R$ 150,3 milhões de janeiro a junho de 2018.

Somados, os valores não retirados só em primeiros semestres nos últimos 5 anos pelos ganhadores da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Federal chegaram a R$ 740,25 milhões. 

Em todo o ano passado, R$ 326 milhões deixaram de ser resgatados, valor equivale a cerca de 8% dos mais de R$ 4,2 bilhões ofertados em prêmios pelas Loterias Caixa em 2017. Nos últimos 5 anos, os valores não retirados somam R$ 1,51 bilhão.

Os ganhadores de qualquer um dos sorteios da Caixa têm até 90 dias após a data do sorteio para retirar o valor do prêmio.

O dinheiro dos prêmios prescritos (não resgatados no prazo) é repassado integralmente ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O programa oferece créditos para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas.

O banco explica que o sistema soma os valores não reclamados e, no mês seguinte à prescrição, repassa esse dinheiro ao Fies. Por isso, a Caixa não dispõe de detalhamento de valores dos prêmios não resgatados por modalidade de loteria ou faixa de valor, já que não há como realizar uma consulta estruturada por premiação.

Mas a maioria se refere a valores entre as faixas de menores premiações de cada modalidade.

Caso ganhe o prêmio, o ganhador deve comparecer a qualquer agência da Caixa com o bilhete premiado, identidade e CPF. Como o bilhete é ao portador, é importante que o ganhador, antes de sair de casa, se identifique no verso da aposta. As informações necessárias são: nome completo, número do documento de identificação e CPF. Dessa forma, o apostador garante que ninguém mais retire o prêmio.

A Caixa informa que divulga essas informações sobre recebimento de prêmios em cartazes nas casas lotéricas, nos volantes de aposta, bilhete original de aposta e no site do banco.

Poste em sua rede social