Saiba de nossas notícias em primeira mão.

Organize as finanças pessoais em 2019 com essas 10 dicas

Saiba como se organizar de forma simples e eficiente

14/01/2019  às  13:21:02
Organize as finanças pessoais em 2019 com essas 10 dicas

O ano começou, e com ele vêm oportunidades, metas e objetivos que só dependem da sua atitude para saírem ou não do papel. Parar de enrolar, começar a priorizar, a se orgonizar... Tudo isso é perfeitamente possível, mas você deve se comprometer.

Mas por onde começar? Aqui vão algumas dicas que podem ser a chave entre a teoria e a ação:

1 - Não confie na própria memória. Na hora de planejar seus objetivos financeiros, vale muito apena aderir a um aplicativo confiável e organizado para deixar suas finanças claras e objetivas;

2 - Tenha consciência de todo dinheiro que entra e sai durante seu mês. Registre todas as suas receitas e despesas, sem excessão, e mantenha-se atualizado diariamente;

3 - Faça uma lista de despesas variáveis e possíveis imprevistos. Será essencial para que esteja preparado quando o "imprevisível" aparecer;

4 - Reflita e saiba cortar todos os seus gastos desnecessários, detalhes que parecem pequenos podem resultar em uma boa diferença no fim do mês;

5 - Se estiver em uma situação em que um empréstimo seja realmente necessário, não tenha preguiça de procurar pelas menores taxas possíveis;

6 - Assuma o controle dos gastos no seu cartão de crédito, e prefira fazer compras à vista;

7 - Não abra mão de manter uma reserva de emergência de, no mínimo, 100 reais mensais em uma boa aplicação de renda fixa;

8 - Explique para os membros da sua família que estão em uma fase de economizar e consumir com responsabilidade. Todo seu esforço não terá resultado se as outras pessoas de casa estiverem no caminho contrário;

9 - Separe 50% do seu salário, para despesas fixas, 15% para investir em um título de renda fixa, ou para pagar dívidas, e 35% para o lazer da família. Prefira pagar as compras sempre à vista, ou no cartão de débito.

10 - Reavalie seu estilo de vida. Opte por marcas de roupa mais baratas e acessíveis. Ou, ao invés de comprar uma peça nova, pegue emprestado de algum familiar ou amigo.

 

Poste em sua rede social