Saiba de nossas notícias em primeira mão.

Volkswagen é novamente investigada por fraude

A fabricante também teria burlado resultados das emissões de poluentes nos motores 1.2 diesel

18/01/2019  às  09:42:12
Volkswagen é novamente investigada por fraude

O escândalo do dieselgate voltou a assombrar a Volkswagen. O jornal alemão Bild am Sonntag noticiou que a Autoridade Federal de Transportes Motorizados da Alemanha (KBA) está novamente investigando uma fraude cometida pela fabricante. As suspeitas são que os motores 1.2 diesel do grupo passaram por softwares para alterar os números de emissão de poluentes. Segundo o jornal, os promotores estão preparando acusações contra os executivos que afirmaram, em 2016, que essa motorização não havia sido afetada.

O órgão responsável afirma que há cerca de 370 mil veículos sob suspeita. O Ministério dos Transportes da Alemanha controla as ações da KBA e, segundo o governo, as investigações ainda não foram concluídas. Um porta-voz da VW teria dito que o controle interno para modelos equipados com o motor 1.2 TDI, revelou irregularidades que já estão sendo examinadas. Hebert Diess, CEO da VW, informou que cerca de 90% dos automóveis afetados pelo dieselgate já passaram por recall e que a maioria dos processos judiciais foram resolvidos.

O DIESELGATE
O caso conhecido como dieselgate se tornou público em 2015. Na ocasião, o motor 2.0 turbodiesel foi protagonista do escândalo e a volkswagen admitiu que a fraude afetou cerca de 11 milhões de automóveis da Volks e de outras marcas do grupo automotivo.

Poste em sua rede social